UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

03/11/2009 - 12h39

Braskem tem terceiro trimestre marcado por lucro de R$ 645 milhões

SÃO PAULO - O terceiro trimestre de 2009 implicou lucro líquido de R$ 645 milhões para a Braskem, do segmento petroquímico. A empresa conseguiu, dessa forma, inverter a direção verificada um ano antes, quando perdeu R$ 819 milhões. O recuo do dólar ante o real teve impacto no desempenho da empresa.

Entre julho e setembro, o resultado financeiro líquido foi positivo em R$ 243 milhões, contra uma despesa de R$ 1,608 bilhão nesta mesma conta há um ano. Por causa da desvalorização da moeda americana em 9% no trimestre, houve um ganho contábil de R$ 636 milhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ficou em R$ 838 milhões, superando os R$ 726 milhões verificados no terceiro trimestre de 2008. A margem Ebitda passou de 14,2% para 20,7%.

Com diminuição de 21%, a receita líquida somou R$ 4,047 bilhões entre julho e setembro, ante os R$ 5,094 bilhões verificados em igual intervalo do calendário antecedente. No comparativo com o segundo trimestre de 2009, porém, houve expansão de quase 10%.

"A Braskem demonstrou agilidade nos ajustes de produção e estoques no período de crise e da mesma forma respondeu às oportunidades de rápida recuperação do mercado doméstico e internacional, apoiando seus clientes e a cadeia de valor", observou o diretor-presidente da empresa, Bernardo Gradin, em nota.

As vendas totais de resinas ficaram em 843,717 mil toneladas, com elevação de 11% ante as 758,034 mil toneladas apuradas no terceiro trimestre de 2008.

(Juliana Cardoso | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host