UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

03/11/2009 - 19h00

Cemig e fundações concluem aquisição da Terna por R$ 2,1 bilhões

SÃO PAULO - A Cemig e o Fundo de Investimento em Participações (FIP) Coliseu concluíram hoje a compra do controle da Terna, com o pagamento e transferência das ações envolvidas na transação, cujo montante soma R$ 2,148 bilhões, correspondente a R$ 37,14 por unit da Terna.

Foram transferidas 173,5 milhões de ações ordinárias, equivalentes a 85,26% do capital votante e 65,85% do capital total da Terna, que estavam em poder da italiana Terna SpA, para a Transmissora do Atlântico de Energia Elétrica S.A (Taesa).

A Taesa tem como acionistas a Cemig Geração e Transmissão, com 49% do capital, e o FIP Coliseu. O FIP é administrado pelo Banco Modal e tem como cotistas os fundos de pensão da CEEE, da Cemig, dos servidores e funcionários do Estado de Minas Gerais, da Infraero, do Banespa, do BNDES e da Chesf.

Em função do negócio, a Taesa anunciará em breve uma oferta pública de aquisição das ações em circulação de emissão da Terna, conforme determinam as regras do nível 2 de governança da BM & FBovespa, no qual as units da Terna são listadas. A Terna atua no segmento de transmissão de energia elétrica em 11 estados do país, por meio das empresas Transmissora Sudeste Nordeste (TSN); Novatrans Energia; Empresa de Transmissão de Energia do Oeste (ETEO); Empresa de Transmissão do Alto Uruguai (ETAU); Brasnorte Transmissora de Energia e Terna Serviços, que juntas possuem mais de 3.716 km de linhas de transmissão.

(Téo Takar | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host