UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

03/11/2009 - 19h44

Dow Jones fecha em leve queda, enquanto S & P 500 e Nasdaq sobem

SÃO PAULO - As bolsas americanas encerraram em direções divergentes, em um dia marcado pela instabilidade dos ativos. Os agentes ainda mostram cautela em relação ao setor bancário e a um possível ajuste geral de preços, mas notícias corporativas e dados econômicos mesclaram as percepções.

O Dow Jones fechou com queda de 0,18%, aos 9.771 pontos. O Standard & Poor´s 500 encerrou aos 1.045 pontos, com valorização de 0,24%. O Nasdaq também conseguiu fechar no azul, com aumento de 0,40%, para 2.057 pontos.

Os índices amanheceram em baixa, repercutindo notícias da ajuda financeira do governo da Inglaterra aos bancos Lloyds e RBS, além de um balanço ruim do UBS e a recuperação judicial do CIT. O clima era pesado quando saiu o indicador de encomendas às indústrias em setembro, que avançou 0,9%, acima da previsão de 0,8%.

Mas não era um número suficiente para conter as incertezas dos agentes e, até a hora final do pregão, os indicadores sustentavam perdas. A inversão final levou em conta a notícia de que o fundo de investimentos de Warren Buffett, o Berkshire Hathaway Inc., acertou a compra do Burlington Northern Santa Fe Corp. (BNSF), do setor ferroviário dos EUA, em transação avaliada em US$ 44 bilhões. As ações da empresa ferroviária subiram 20,93% (US$ 97). As ações da Black & Decker avançaram 14,66% (US$ 62) após a empresa fechar acordo para ser adquirida pela Stanley Works. No final dos negócios, o setor bancário também se recuperou e as ações do Citigroup ganharam 1,25% (US$ 4,04) e as do Bank of America subiram 1,16% (US$ 14,80).

Os agentes continuam inseguros sobre o rumo da política monetária dos Estados Unidos. A reunião do Comitê de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês) teve início hoje e o consenso aponta para a manutenção da taxa no patamar atual, um intervalo entre 0% e 0,25% ao ano. Os agentes temem, no entanto, que o comunicado da autoridade monetária sinalize algum aperto daqui para frente.

(Bianca Ribeiro | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host