UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/11/2009 - 08h36

Agentes acompanham dados nos EUA e esperam comunicado do Fed

SÃO PAULO - A agenda internacional deve concentrar a atenção dos investidores nesta quarta-feira. Com poucos dados domésticos previstos para hoje, os agentes ficam atentos principalmente à decisão do Comitê de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) do Federal Reserve (Fed), que anuncia, às 17h15, a decisão sobre o juro.

Os agentes não estão especialmente preocupados com a decisão em si, já que há um consenso sobre a manutenção da taxa em um intervalo de 0% a 0,25% ao ano. O foco dos agentes recai no comunicado da autoridade monetária dos EUA. O mercado acredita que esse documento deve ser alterado em relação ao da reunião de setembro e sinalizar a retomada da alta de juros no país nas próximas reuniões.

Antes da decisão sobre o juro, os agentes acompanham o levantamento de solicitação de empréstimos imobiliários referente à semana até o dia 30 de outubro. Números preliminares sobre o mercado de trabalho em outubro também serão divulgados na parte da manhã pela ADP, empresa que processa folhas de pagamento do setor privado.

O Institute of Supply Management (ISM) apresenta o desempenho do setor de serviços dos EUA referente ao mês passado. O mercado acredita que a atividade medida no setor deve crescer de 50,9 para 51,6. Logo depois, será conhecido o comportamento de estoques de petróleo e derivados nos Estados Unidos durante a última semana.

No cenário doméstico, os agentes recebem os dados de inflação de outubro medidos pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O Banco Central (BC) divulgará, às 12h30, o relatório de fluxo cambial da última semana. Esse dado deve dar uma dimensão mais apurada da reação dos investidores estrangeiros à taxação de IOF sobre as aplicações. Os investidores também ficam atentos ao balanço do Bradesco.

(Bianca Ribeiro | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host