UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/11/2009 - 20h16

Bancos esperam aumento da taxa de juros em 2010

SÃO PAULO - As instituições financeiras avaliam que a taxa básica de juros (Selic) definida pelo Banco Central deverá subir em 2010. Segundo pesquisa da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), 53,6% das instituições financeiras acham muito provável que ocorra uma elevação da Selic no segundo semestre do próximo ano e 32,1% esperam um aumento ainda no primeiro semestre.

Hoje os juros básicos estão em 8,75% ao ano. Na consulta anterior, 59% dos bancos disseram acreditar na manutenção da taxa até o fim de 2010. Esse último estudo aponta que, na média, as instituições preveem juros devem chegar a 10,50% até dezembro do ano que vem.

Para o economista-chefe da Febraban, Rubens Sardenberg, as instituições avaliam que os resquícios das medidas anticrise, como a redução de impostos para aumentar do consumo, podem pressionar a inflação em 2011. Assim, diz ele, o Banco Central terá que subir os juros para controlar a inflação dentro de sua meta de 4,5% por ano.

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi estimada em 4,3% neste ano e 4,4% em 2010. Em relação à inadimplência, os bancos revisaram para cima a projeção, que ficou 5,7%, contra 5,3% da pesquisa anterior. Segundo Sardenberg, a nova previsão se ajustou aos dados recentes sobre o nível de atrasos de quitação de empréstimos. "Do ponto de vista das empresas, [a inadimplência] continua piorando, apesar que para a pessoa física esteja melhorando", explicou.

(Agência Brasil)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host