UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/11/2009 - 10h57

Toyota decide deixar a Fórmula 1

SÃO PAULO - Assim como a Honda e a BMW, a Toyota decidiu retirar-se da Fórmula 1. A iniciativa tem razões financeiras - a empresa quer cortar custos. Em coletiva de imprensa, o presidente da Toyota, Akio Toyoda, explicou que a companhia pretende focar-se em seus principais negócios.

"Com base no atual ambiente econômico, percebemos que não havia escolha a não ser retirar-se. Foi uma decisão muito dolorosa. Ofereço minhas desculpas aos fãs da Toyota por não sermos capazes de alcançar os resultados desejados", declarou a empresa.

A montadora, que dois anos atrás comemorava lucros recordes, registrou no exercício fiscal 2008-2009 a primeira perda da sua história.

Ontem, a Bridgestone Corp. avisou que não fará um novo contrato de fornecimento de pneus para a Fórmula 1. O atual acordo expira no fim da temporada de 2010.

Segundo a companhia, a decisão foi tomada frente à crise econômica e por causa da necessidade de investir em atividades de desenvolvimento que beneficiem diretamente seus esforços comerciais.

(Juliana Cardoso | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host