UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/11/2009 - 13h05

Lula destaca ação do governo para reduzir desigualdades

LONDRES - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva citou o financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a cooperativas de catadores de papel como um dos exemplos de ação do governo para diminuir as desigualdades. "É uma conquista de cidadania coletiva que está acontecendo", disse o presidente, durante seus mais de 40 minutos de discurso no seminário "Investing in Brazil", organizado pelos jornais Valor e Financial Times (FT), que ocorre em Londres.

"É esse milagre da transformação que ainda não foi medido corretamente pelos economistas e que está ocorrendo no país. Nem nós do governo temos dimensão do que está acontecendo." Lula, que vem sendo criticado pela oposição de praticar um modelo estatizante e de setor público inchado, foi categórico ao afirmar que esses tipos de ações têm de ser tomadas pelo governo. "A classe política mundial precisa aprender que somos eleitos para governar, mas estamos habituados a achar que não precisaria porque o mercado resolvia. O mercado não faz política social, o governo tem de fazer", resumiu.

Para ele, se os governos dos países desenvolvidos tivessem tomado ações na hora certa, a crise financeira não teria sido tão violenta. "Imagine se o presidente dos EUA George W. Bush tivesse evitado que o Lehman Brothers quebrasse? Possivelmente custaria muito menos do que os trilhões de dólares jogados no mercado." (Paula Cleto | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host