UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/11/2009 - 20h37

Aeroportos de SP precisam de reformas para Copa, diz Jobim

RIO - O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou hoje que os aeroportos do estado de São Paulo estão com capacidade acima do limite e precisarão de intervenções para a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016. "O nosso problema aeroportuário são os terminais de São Paulo. O terminal do Rio de Janeiro (Galeão/Tom Jobim) tem toda capacidade de suportar o aumento previsto para 2014 e 2016", disse o ministro, em entrevista no Centro Tecnológico do Exército, no Rio. "Não posso dizer que (a capacidade) seja um entrave. Isso será resolvido em tempo para termos condições de operações", acrescentou. Para evitar problemas nas competições internacionais, o ministro disse que serão feitos ajustes nas pistas do aeroporto de Congonhas para garantir que o terminal opere com a capacidade máxima, de 16 milhões de passageiros por ano.

De acordo com Jobim, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) também continuará trabalhando para melhorar as condições do pátio do aeroporto de Guarulhos, "que já está esgotado, sem capacidade alguma". No caso de Viracopos, em Campinas, ele disse que ainda é preciso desenvolver um projeto. Sobre o principal terminal do Rio de Janeiro, o Tom Jobim, o ministro informou que "obras de intervenção menores" são suficientes no sentido de preparar a capital fluminense para receber os eventos esportivos. Ele informou que no próximo dia 23 decidirá com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva o futuro do terminal, que pode ser licitado, como defende o governo estadual.

Segundo Nelson Jobim, o modelo a ser definido poderá ser estendido a outros aeroportos brasileiros. "Quando se fala em modelagem de concessão, não é para B ou C, é para ser aplicado nos aeroportos em que eventualmente se decidir pela concessão ou pela Parceria Público-Privada." (Agência Brasil)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host