UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/11/2009 - 16h15

Capitalização do BNDES será fechada na próxima semana

LONDRES - O valor da capitalização que o Tesouro Nacional fará no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) será definido formalmente em reunião na próxima semana. O presidente do banco, Luciano Coutinho, disse que já há uma enorme quantidade de empréstimos aprovados e que precisarão de funding nos próximos anos. Ontem, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou ao Valor que apoia a capitalização e que o governo não iria "ficar sentado em cima do dinheiro". Estima-se que o aporte seja de R$ 100 bilhões, para se somar à capacidade atual de financiamento do banco e fazer frente à demanda de empréstimos que já chega a R$ 160 bilhões.

Coutinho preferiu não cravar valores antes da reunião com a equipe da Fazenda. "Vamos conversar com o Tesouro, que tem outras demandas, mas será um número grande", disse ele sobre a capitalização. O presidente do BNDES participou hoje de cerimônia de abertura de um escritório de representação da BM & FBovespa na City londrina. O próprio BNDES inaugurou seu escritório no coração financeiro da capital britânica na quarta-feira. Aos investidores e jornalistas, Coutinho voltou a enfatizar as oportunidades de investimento no Brasil, destacando alternativas de longo prazo e em infraestrutura, como petróleo e gás, energia e transporte. Para a economia global, o presidente do BNDES não espera crescimento significativo antes de 2011, mas está otimista quanto ao papel de liderança que Brasil, Índia e China terão na retomada. Coutinho considera que o Brasil tem condições de sustentar taxas de crescimento anuais por volta de 5%, mas defendeu o aumento dos investimentos - dos atuais menos de 20% do PIB para algo entre 24% e 25% - como motor dessa expansão.

(Paula Cleto | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host