UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/11/2009 - 12h34

Contratos de juros registram mais um dia de queda das taxas na BM & F

SÃO PAULO - As taxas dos Depósitos Interbancários (DIs) continuam reforçando a trajetória de baixa hoje na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM & F). Os dados negativos de emprego nos EUA que saíram hoje de manhã reforçam nos agentes a perspectiva de uma recuperação doméstica sem risco inflacionário.

Há pouco, na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2011 apontava queda de 0,02 ponto percentual, a 10,11%. Janeiro de 2012 declinava 0,04 ponto, a 11,48%. Janeiro 2013 perdia 0,02 ponto, a 12,18%.

Na parte curta da curva, o DI com vencimento em janeiro de 2010 operava praticamente estável, a 8,64%. Julho de 2010 também marcava queda de apenas 0,01 ponto, a 9,02%. Novembro de 2009 não era negociado.

"Se lá fora os agentes notam que as economias desenvolvidas crescerão menos ou mais lentamente, a leitura para a atividade local é de um gradualismo sem risco para os preços", diz o gerente de renda variável de uma corretora paulista, que prefere não ser identificado.

Os contratos se ajustaram para baixo ao longo de toda esta semana. Além de corrigir excessos de alta registrados na semana passada, os agentes ajustaram expectativas após os dados industriais do país apontarem recuperação moderada, sem riscos inflacionários e consequente aperto monetário.

Analistas do segmento acreditam que os contratos ainda estão com bastante prêmio e que a tendência para as taxas continua sendo de baixa no curto prazo.

(Bianca Ribeiro | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host