UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/11/2009 - 17h42

Dólar comercial fecha a R$ 1,719 e soma queda de mais de 2% na semana

SÃO PAULO - O dólar comercial voltou a apontar ligeira baixa hoje, mas acumulou nesta semana queda de mais de 2%. O movimento da divisa continua acompanhando a desvalorização do dólar perante outras moedas, especialmente do euro.

Ao mesmo tempo, a trajetória da divisa no mercado doméstico vem se sustentando pelo alto fluxo de recursos gerado pelas recuperação da economia local e pelo bom retorno no mercado financeiro brasileiro comparado à remuneração de taxas externas No encerramento do pregão, o dólar comercial apontou queda de 0,17%, cotado a R$ 1,717 para a compra e R$ 1,719 para a venda. Na semana, a divisa somou desvalorização de 2,16%, aumentando para 26,35% a queda no ano. Na "roda" de dólar pronto fechou a R$ 1,7189, queda de 0,26%, com US$ 206,7 milhões Na primeira etapa dos negócios a moeda mostrou certa instabilidade e apontou R$ 1,7290 na máxima do dia. Foi quando o governo americano anunciou uma taxa de desemprego de 10,2%, ante previsões de 9,9%. Na ocasião a Bovespa caiu mais de 1%, mas o dólar apenas esboçou uma variação de alta, que não durou muito.

O Banco Central (BC) também voltou ao mercado com seu leilão de compra, acatando taxa de R$ 1,7180, mas essas atuações pouco têm influenciado no rumo da divisa. Para Luiz Fernando Moreira, operador da corretora Dascam, o giro no segmento também foi fraco, com volume inferior a US$ 1 bilhão no interbancário.

Os agentes se mostram cautelosos ante a possibilidade de novas medidas para limitar a entrada de capital estrangeiro no país, o que resulta em movimentos modestos nos últimos pregões. Moreira avalia também que, na ausência de notícias que afetem esse mercado, o dólar deve continuar rodando entre R$ 1,70 e R$ 1,75 no curto prazo.

(Bianca Ribeiro | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host