UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

09/11/2009 - 14h35

Dólar testa piso de R$ 1,70 e Bovespa avança 2,2%

SÃO PAULO - O dólar comercial é negociado a R$ 1,70 para a venda nesta tarde, patamar considerado piso psicológico, já que há mais de um ano a moeda não fecha abaixo desse nível. Analistas do segmento acreditam que o mercado pode testar queda ainda maior, tendo em vista o otimismo que voltou a prevalecer interna e externamente.

Às 14h30, a divisa era negociada a R$ 1,698 para a compra e R$ 1,70 para a venda, com recuo de 1,10%. A última vez em que a divisa fechou abaixo desse patamar foi em 3 de setembro de 2008, quando encerrou negociada a R$ 1,6770.

De acordo com agentes do segmento, os investidores se mostram bastante confiantes lá fora com a recuperação econômica. Esse otimismo ganhou força após o fim de semana em que os países do G-20 concordaram em sustentar os estímulos econômicos por enquanto. O movimento é global, já que o dólar cai em relação às principais moedas internacionais, sobretudo o euro e a libra.

Com a aversão a risco mais baixa, continua em alta a perspectiva de aumento de fluxo de recursos externos, o que eleva as apostas de queda do dólar. O IOF sobre investimentos internacionais em bolsa já mostrou ter efeito nulo para controlar a queda da moeda e nem mesmo ameaças de novas medidas do governo estariam evitando o tombo da divisa. No segmento acionário o humor é ainda mais positivo. O Ibovespa registra agora alta de 2,21%, aos 65.893 pontos, com giro financeiro de R$ 2,761 bilhões. A bolsa paulista já abriu com alta forte e ganhou ainda mais vigor após o início dos negócios em Nova York. O Dow Jones aponta neste momento alta de 1,39% para 10.169 pontos, o S & P ganha 1,50%, aos 1.085 pontos, e o Nasdaq sobe 1,37%, para 2.141 pontos.

A valorização de commodities contribui para a valorização dos papéis de maior peso no Ibovespa. Petrobras PN sobe 2,02%, para R$ 36,78, e Vale PNA avança 2,28%, a R$ 42,56.

(Bianca Ribeiro | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host