UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/11/2009 - 12h33

Dilma nega polêmica em projeto para redefinir atuação do TCU

RIO - A ministra Dilma Rousseff, chefe da Casa Civil, afirmou que o anteprojeto que o governo analisa para redefinir a atuação de vários órgãos, entre os quais o Tribunal de Contas da União (TCU), não tem como objetivo alimentar uma polêmica no momento em que a instituição tem apresentado questionamentos a respeito dos custos de diversas obras contempladas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Para Dilma, a ideia do governo é deixar clara a atribuição de cada órgão do Estado, inclusive o TCU, que pertence ao Poder Legislativo.

" Tudo o que puder contribuir para esclarecer e encerrar a polêmica é positivo. Estou vendo essa iniciativa como uma forma de não deixar a polêmica se expandir, mas sim tentar resolvê-la de forma mais adequada " , afirmou a ministra, que participou da cerimônia de anúncio do licenciamento para construção de 46.593 moradias populares no Rio de Janeiro, no âmbito do programa "Minha Casa, Minha vida", do governo federal.

A ministra também rebateu críticas de que o governo, ao anunciar apoio a obras de construção de casas populares, não contemplaria a sustentabilidade ambiental. Segundo ela, os recursos aplicados em saneamento e habitação significam aplicação de verbas para reduzir o impacto ambiental, uma vez que haverá o tratamento de esgoto das moradias construídas.

(Rafael Rosas | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host