UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/11/2009 - 10h18

Emprego na indústria declina 0,1% em setembro, aponta IBGE

SÃO PAULO - O emprego industrial caiu 0,1% entre agosto e setembro, com ajuste sazonal, interrompendo uma sequência de oito resultados positivos. Ante setembro de 2009, o indicador do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) subiu 4,9%. No ano, acumula elevação de 3,4%. Em 12 meses, o pessoal ocupado assalariado subiu 1,5%, a melhor leitura desde janeiro de 2009 (1,6%).

Considerando o confronto com o nono mês do ano passado, o pessoal ocupado na indústria cresceu nos 14 locais investigados pelo IBGE, com destaques para São Paulo (3,8%), Nordeste (6,1%), Rio Grande do Sul (7%), região Norte e Centro-Oeste (5,9%), Santa Catarina (5,2%) e Rio de Janeiro (7,8%).

Respeitando esse tipo de comparação, 13 dos 18 segmentos avaliados registraram crescimento no contingente de trabalhadores, como máquinas e equipamentos (11%), meios de transporte (9,6%), produtos de metal (10,5%), borracha e plástico (10,6%) e máquinas, aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações (9%).

Quanto ao número de horas pagas, houve baixa de 0,4% na passagem de agosto para setembro. Ante o nono mês de 2009, foi observada elevação de 5,3%. No acumulado deste ano, frente ao mesmo período de 2009, o número de horas pagas cresceu 4,3% sustentado pelos avanços nas 14 áreas e 14 dos 18 segmentos pesquisados.

Em setembro, o valor da folha de pagamento real dos trabalhadores da indústria ajustado sazonalmente teve elevação de 1,2%, após declínio de 2,9% em agosto. Em relação a setembro de 2009, houve aumento de 9,5%. No ano, a alta acumulada equivale a 6,4%. (Juliana Cardoso | Valor)
Hospedagem: UOL Host