UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/11/2009 - 12h25

Lucro líquido da Telefônica sobe 2,2% no trimestre e receita encolhe

SÃO PAULO - A Telefônica fechou o terceiro trimestre de 2009 com lucro líquido de R$ 600,3 milhões, alta de 2,2% no comparativo com os R$ 587,4 milhões somados um ano antes. O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) diminuiu 14%, para R$ 1,444 bilhão.

A margem Ebitda foi de 41% para 37%. Esta redução, como explicou a empresa, é "reflexo da mudança gradativa no mix de receitas da Telesp, com um aumento nas receitas dos serviços de TV por assinatura e banda larga, que possuem margens menores, e uma redução das receitas de serviço local e telefonia pública".

A receita operacional líquida cedeu 4,6%, para R$ 3,910 bilhões, nos três meses até setembro, em razão de uma diminuição das receitas tradicionais, " principalmente em função da queda do número de linhas em serviço " .

Em banda larga, a Telefônica possuía 2,577 milhões de clientes ao fim do trimestre, o que implica uma elevação de 5% perante o intervalo de julho a setembro de 2008. Em TV por assinatura, eram 508.212 clientes, acréscimo de 19,6% em relação ao ano anterior.

Vale notar que a empresa suspendeu a comercialização do Speedy em 22 de junho, como determinado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Foram mais de dois meses da proibição de vender o serviço de banda larga.

Também merece ser mencionado que a Telefônica está interessada em ficar com a GVT, empresa de telecomunicações que atua nas regiões Sul, Centro-Oeste, Sudeste e Nordeste.

(Juliana Cardoso | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host