UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

13/11/2009 - 17h21

Dólar cai 0,92% hoje, mas acumula alta de 0,17% na semana

SÃO PAULO - O mercado cambial voltou a retroceder neta jornada, devolvendo integralmente a valorização observada ontem. A moeda americana voltou a tombar ante o euro e a libra. Em contrapartida, as bolsas subiram lá fora com bons balanços e aqui dentro também houve ganho relevante após o tombo de ontem.

Depois de oscilar entre R$ 1,745 na máxima e R$ 1,717 na mínima, o dólar comercial encerrou com queda de 0,92%, a R$ 1,72 na compra e R$ 1,722 na venda. Na "roda" de dólar pronto da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM & F) a moeda caiu 0,98%, a R$ 1,722.

O giro financeiro no interbancário foi calculado por agentes de mercado em cerca de R$ 2,2 bilhões, mais do que a média de cerca de R$ 1,5 bilhão dos últimos dias. Na semana, a divisa fechou com valorização de 0,17%, mas no mês a queda é de 1,99%, com recuo de 26,22% no acumulado do ano.

Agentes de mercado acreditam que investidores estrangeiros voltaram a aproveitar preços de ativos mais baratos, o que pode ter ampliado o fluxo de dólares no câmbio local, ainda que o giro esteja estreito. A alta da moeda ontem foi justificada em grande medida por temores de que o governo instale novas medidas para conter a queda do dólar.

Os rumores nesse sentido aumentaram depois que o ministério da Fazenda incorporou nesta semana o especialista Emílio Garófalo em sua equipe. Ocorre que as suspeitas ainda não se concretizaram e o movimento de alta perdeu força.

Luiz Antonio Abdo, gerente da mesa de câmbio da corretora Souza Barros, acredita que a baixa ainda é tendência global da moeda e mesmo que haja temores locais sobre supostas medidas, a divisa tende a cair até que ocorra algo de fato.

(Bianca Ribeiro | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host