UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/11/2009 - 15h42

Bolsas da Europa sobem após PIB do Japão e dados dos EUA

SÃO PAULO - As bolsas europeias encerraram o pregão desta segunda-feira com forte valorização, puxadas pelos ganhos de mineradoras. A queda do dólar frente a outras moedas voltou a estimular a compra de contratos futuros de commodities, elevando a cotação de produtos como metais e petróleo.

O FTSE-100, de Londres, fechou aos 53.782 pontos, com aumento de 2,01%. Em Frankfurt, o DAX encerrou aos 5.804 pontos, com valorização de 2,07%. O CAC 40, de Paris, encerrou com valorização de 1,50%, para 3.863 pontos.

As bolsas já abriram em tom otimista por conta dos ganhos nos principais índices acionários da Ásia. O aumento do PIB do Japão acima do previsto garantiu ganhos na região e também estimularam investidores europeus. Adicionalmente, as vendas no varejo dos Estados Unidos em outubro também avançaram mais do que o projetado por analistas.

Com dados mostrando recuperação da atividade, os agentes voltaram a apostar na compra de papéis de matérias primas. As ações da mineradoras BHP subiram 2,64% em Londres e as da Rio Tinto avançaram 5,49%. Também avançaram as ações da Lonmim, com ganho de 12,42% e da alemã ThyssenKrupp, que ganharam 3,64% em Frankfurt.

Além disso, assim como os dirigentes financeiros do G20 já haviam manifestado intenção de manter estímulos econômicos até uma recuperação mais robusta, no último fim de semana lideres do Cooperação Econômica dá Asia e do Pacífico (Apec) sinalizaram a mesma intenção.

Os bancos da região também tiveram uma performance positiva na jornada. As ações do HSBC avançaram 2,64%, as do Santander ganharam 1,42% e, Madri e as do Credit Suisse subiram 1,59% na bolsa suíça.

(Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host