UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/11/2009 - 19h30

Bolsas de Nova York fecham com alta reforçada após fala de Bernanke

SÃO PAULO - O tom dos negócios hoje em Wall Street se manteve positivo durante o dia todo, mas ganhou fôlego após Ben Bernanke, presidente do Federal Reserve (Fed), reiterar que os juros devem continuar baixos no país para garantir condições melhores de recuperação da economia.

O Dow Jones subiu 1,33%, para 10.406 pontos. O Standard & Poor´s 500 encerrou aos 1.109 pontos, com valorização de 1,45%. O Nasdaq registrou aumento de 1,38%, para 2.197 pontos.

O discurso de Bernanke foi totalmente alinhando com o comentário da autoridade monetária na decisão sobre o juro dos EUA, na semana passada. Mesmo assim, os investidores reagiram positivamente, pois o grande temor do mercado atualmente está centrado sobre o momento em que o governo começará a retirar os estímulos para recuperação econômica.

Entre os destaques, as ações da Caterpillar subiram 2,76% (US$ 60,40), os papéis da mineradora Newmont fecharam com alta de 2,75% (US$ 52,39) e a Exxon Mobil viu suas ações registrarem aumento de 2,70% (US$ 74,43). Também subiram significativamente os papéis da American Express, alta de 2,70% (US$ 41,44), e da Dell, que ganharam 3,64% (US$ 15,96).

Vale destacar que Bernanke também mencionou estar monitorando a desvalorização do dólar e que há preocupações ainda com a fraqueza dos dados de emprego e de oferta de crédito no país.

(Bianca Ribeiro | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host