UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/11/2009 - 19h51

Torós sai do BC e Aldo Mendes assume diretoria de Política Monetária

SÃO PAULO - O diretor de Política Monetária do Banco Central, Mário Torós, está deixando a instituição - " a pedido, por motivos pessoais " , segundo nota distribuída há instantes pela assessoria da autoridade monetária. Em seu lugar assume Aldo Luiz Mendes, que atualmente presidia a Companhia de Seguros Aliança do Brasil.

De acordo com as informações do BC, Mendes tem 51 anos e é economista. Já foi diretor de Finanças, e de mercado de capitais do Banco do Brasil e posteriomente foi vice-presidente de Finanças, Mercado de Capitais e Relações com Investidores da instituição. Recentemente Torós concedeu entrevista aos repórteres do Valor Cristiano Romero e Alex Ribeiro e revelou bastidores da atuação do Banco Central durante o auge da crise financeira global. Segundo Torós, o país sofreu um ataque especulativo em dezembro de 2008 e os bancos pequenos e médios enfrentaram uma corrida, com saques estimados em R$ 40 bilhões em apenas uma semana. Torós contou ainda que o presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, por pouco não foi demitido às vésperas de o país ser arrastado pela turbulência internacional. (Paula Cleto | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host