UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/11/2009 - 16h25

Ibovespa sobe mais de 1% e atinge 69.928 pontos; dólar cai a R$ 1,727

SÃO PAULO - Com um desempenho mais forte que o das bolsas internacionais, o mercado acionário brasileiro continua mostrando recuperação nesta jornada, com a primeira alta em seis pregões.

O Ibovespa já ensaiou retomar para a linha dos 70 mil pontos, ajudado pelo desempenho das "blue chips" brasileiras, que acompanham o movimento positivo das commodities.

Por volta das 14h40, o Ibovespa subia 1,06%, aos 69.928 pontos e com giro financeiro de R$ 2,656 bilhões. Na máxima do dia, o índice já marcou 70.079 pontos.

No mesmo horário, em Wall Street, o índice Dow Jones avançava 0,04%, o S&P 500 ganhava 0,26% e o Nasdaq se apreciava em 0,49%.

Apesar dos dados piores que o esperado do setor imobiliário americano e das preocupações com as medidas para combater a inflação pela China, o mercado parece estar um pouco mais tranquilo em relação à situação fiscal irlandesa.

O ministro das Finanças do país, Brian Lenihan, afirmou hoje que seu governo poderá aceitar o apoio da União Europeia se a crise bancária for muito grande para o próprio país administrá-la.

Amanhã, a União Europeia vai enviar uma missão a Dublin para preparar uma possível ajuda aos bancos da Irlanda. A intenção é avaliar a situação real do segmento e aprontar um eventual socorro.

No Brasil, as ações da Vale e da Petrobras apresentam altas mais expressivas. Há pouco, os papéis PNA da mineradora subiam 0,66%, a R$ 48,57, assim como as ações PN da petrolífera avançavam 0,66%, a R$ 25,57.

No início da tarde, o Departamento de Energia americano informou que os estoques de petróleo cru do país recuaram em 7,3 milhões de barris na semana terminada no dia 12 deste mês, perante a semana retrasada. Os níveis de gasolina tiveram baixa de 2,7 milhões de barris e os de destilados diminuíram em 1,1 milhão de barris no mesmo período.

Ainda entre os papéis que integram o Ibovespa, minutos atrás, as maiores altas partiam de MRV ON (4,46%, a R$ 16,60), B2W ON (4,30%, a R$ 32,45) e Natura ON (3,91%, a R$ 46,71).

Já na direção contrária, as principais quedas do índice pertenciam às ações Klabin (-1,27%, a R$ 4,66), MMX ON (-1,29%, a R$ 13,72) e Marfrig ON (-2,19%, a R$ 13,84).

No mercado cambial, o dólar segue perdendo força para as principais divisas mundiais. No Brasil, há instantes, o dólar comercial recuava 0,74%, a R$ 1,727 na venda.

(Beatriz Cutait | Valor)
Hospedagem: UOL Host