UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/11/2009 - 12h33

Mantega avalia que IOF sobre o câmbio se mostra eficaz

BRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, avaliou há pouco que, passado um mês da adoção da medida, a taxação do ingresso de dólares para ações e renda fixa "está se mostrando eficaz". Segundo ele, "foi reduzida a volatilidade" e o ingresso forte de dólares que se verificava no início de outubro arrefeceu. O fluxo cambial está bem menor, ressaltou Mantega.

Em 19 de outubro, o ministro anunciou uma alíquota de 2% de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre o ingresso de investimentos externos para aplicações no mercado de capitais e em papéis de renda fixa, como títulos públicos federais.

A uma plateia de cerca de 500 empresários, Mantega justificou que "uma certa valorização em relação ao passado é inevitável" com relação à taxa de câmbio. "O que temos que evitar são os exageros", prosseguiu ele.

O ministro da Fazenda explicou, durante encontro da Confederação Nacional da Indústria (CNI), que o Brasil vai continuar como atrativo aos recursos dos investidores internacionais, diante do fato de que a crise financeira global enfraqueceu outros países, inclusive emergentes, enquanto a economia brasileira recuperou-se mais rapidamente.

"Não se trata de impedir a valorização do câmbio. Trata-se de eliminar exageros e o excesso de afluxo de capitais à bolsa brasileira, que é sólida, e, por isso, evitar o risco de uma bolha nesse segmento", concluiu Mantega. (Azelma Rodrigues | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host