UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/11/2009 - 13h30

Meirelles diz que há mais chances de seguir no BC até o fim de 2010

BRASÍLIA - O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, afirmou que não estão previstas mais mudanças na diretoria da instituição enquanto ele estiver no cargo. De acordo com o presidente do BC, os diretores de Política Econômica, Mario Mesquita, e de Liquidações, Gustavo do Vale, manifestaram " interesse e concordância " de permanecerem no cargo enquanto durar a gestão dele.

Ontem, o diretor de Política Monetária do Banco Central, Mário Torós, deixou o cargo depois de ser publicada na última sexta-feira uma reportagem no jornal Valor Econômico em que ele falou sobre os bastidores da atuação do BC durante a crise financeira internacional.

Segundo o presidente do BC, há duas datas possíveis para a sua saída: em 2010, quando termina o atual mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ou em março, caso opte por se candidatar a cargo público. Há rumores sobre sua candidatura ao governo de Goiás ou ao Senado. Mas, de acordo com Meirelles, a maior probabilidade é de que ele atenda ao pedido de Lula e fique até o fim do ano que vem.

Ele falou com os jornalistas após participar de debate promovido pela Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes). No evento, Meirelles defendeu o investimento em educação e infraestrutura para que o país se torne no futuro a quinta economia do mundo.

Segundo o presidente do BC, o Brasil precisa ainda manter a responsabilidade fiscal, monetária e cambial para dar base ao crescimento econômico.

(Agência Brasil)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host