UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/11/2009 - 15h52

Bovespa volta a operar no azul; Petrobras ainda é destaque

SÃO PAULO - A Bolsa de valores de São Paulo volta a registrar ligeira valorização nesta tarde, depois de ter operado no vermelho. Embora as bolsas de Nova York ainda registrem queda, o Ibovespa continua sendo erguido pelas ações da Petrobras.

Neste momento, o Ibovespa sobe 0,29%, a 67.620 pontos, com giro financeiro de R$ 3,812 bilhões. Em Nova York, o Dow Jones cai 0,40% e o Nasdaq tomba 0,72% por conta de dados ruins do setor imobiliário no país.

Agentes acreditam que a alta do Ibovespa ainda é um efeito de correção dos papéis da Petrobras, que estavam muito defasados em relação às ações da Vale, outra gigante no índice. "Superada a máxima do ano, os agentes voltaram a apostar no papel que ainda tinha espaço para andar mais", diz o operador de uma corretora paulista.

Ao mesmo tempo, muitos agentes ponderam que é grande a expectativa de uma definição em torno do marco regulatório de exploração do pré-sal. Hoje a companhia informou que a Petrobras e a União discutem um prazo de 24 meses para a revisão do valor dos 5 bilhões de barris em reservas de óleo que serão cedidos onerosamente pelo governo à companhia estatal.

Analistas do segmento de energia afirmam, no entanto que não há nenhuma informação de relevo que justifique o posicionamento relevante dos investidores na ponta e compra do papel. Entre as cinco ações mais líquidas neste momento, apenas Petrobras PN sobe, com avanço de 1,45% (R$ 38,96).

Vale PNA recua 0,23% (R$ 43,20); Itaú Unibanco PN cedia 0,67%, para R$ 38,22; BM & FBovespa ON declinava 0,81%, a R$ 12,18; e Bradesco PN se desvalorizava 0,08%, para R$ 36,37.

(Bianca Ribeiro | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host