UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/11/2009 - 17h03

Ibovespa sobe para 70.775 pontos; "blue chips" avançam mais de 1%

SÃO PAULO - Bons indicadores vindos da economia americana, a volta das negociações das ações da General Motors (GM) na Bolsa de Nova York e a maior expectativa de um socorro financeiro à Irlanda continuam atuando como drivers para a alta das bolsas, nesta jornada.

No ambiente doméstico, as ações de maior peso sobre o Ibovespa rgistram forte valorização, diante da trajetória positiva das commodities.

Próximo das 16h30, o principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) subia 1,53%, para 70.775 pontos, com volume negociado de R$ 4,715 bilhões. Com este desempenho, o Ibovespa acumula alta de apenas 0,6% na semana.

Em Wall Street, o índice Dow Jones tinha ganhos de 1,63%, o S&P 500 avançava 1,77% e o Nasdaq se apreciava em 1,89%. No ambiente corporativo doméstico, a maior parte dos papéis do Ibovespa opera no campo positivo, com destaque para as ações ON da ALL (4,08%, a R$ 15,80), PN da Brasil Telecom (4,06%, a R$ 12,81) e ON da Cosan (3,69%, a R$ 27,48). No setor de construção, as ações ON da MRV subiam, há instantes, 3,41%, a R$ 17,25, enquanto os papéis Cyrela ON tinham valorização de 3,41%, a R$ 17,25.

Entre as "blue chips", Vale PNA se apreciava em 1,98%, a R$ 49,27, e Petrobras PN tinha ganhos de 1,33%, a R$ 25,79.

Entre as poucas baixas do índice, destaque para papéis de empresas de energia, como CPFL ON (-0,86%, a R$ 40,02), Cemig PN (-0,62%, a R$ 28,48) e Eletropaulo PNB (-0,16%, a R$ 29,95), e de consumo, como Lojas Americanas PN (-1,12%, a R$ 17,53) e Natura ON (-0,60%, a R$ 46,22).

(Beatriz Cutait | Valor)
Hospedagem: UOL Host