UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/11/2009 - 20h02

Investimento da Vale na Argentina pode atingir US$ 4,1 bilhões

BRASÍLIA - A Vale do Rio Doce vai iniciar, em 2010, na Argentina, o maior investimento de uma empresa brasileira no país, para exploração de potássio às margens do rio Colorado, na província de Mendoza. A mineradora informa que o investimento total chega a US$ 4,1 bilhões, considerando-se todos os itens do empreendimento. Fazem parte do projeto as instalações para extração de 2,4 mil toneladas de cloreto de potássio, a construção de ramal ferroviário de 350 km, instalações portuárias e uma usina termelétrica. Só em 2010, estão previstos investimentos de US$ 304 milhões. O potássio está em uma das últimas reservas do mineral ainda não exploradas no mundo e se destinará aos produtores agrícolas na Argentina e no Brasil. Em 2010 começam as obras e o empreendimento deve entrar em operação até 2013, segundo informaram as autoridades brasileiras aos argentinos. O projeto Rio Colorado, da Vale, corresponde aos ativos da Rio Tinto, comprados no começo do ano. Sem dar o nome da Vale, a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, aproveitou o almoço com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para decisão "de um grande investimento de uma grande empresa brasileira". Lula, em discurso, afirmou que só o aumento dos investimentos entre os dois países poderá aumentar o comércio bilateral e resolver os constantes atritos provocados por barreiras contra importações de lado a lado. De acordo com a assessoria de imprensa da Vale, o assunto ainda não foi confirmado por decisão do Conselho de Administração. No entanto, os dois governos já receberam informações de que o investimento é para valer. (Sérgio Leo | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host