UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/11/2009 - 16h19

Justiça do Rio adia julgamento de ação de Naji Nahas contra Bovespa

RIO - A Justiça do Rio adiou hoje o julgamento do processo que o megainvestidor Naji Nahas move contra a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e a Bolsa do Rio. Nahas quer indenização das instituições por terem vendido ações de propriedade dele em 1989, sem autorização, para pagar a dívida que tinha com os bancos financiadores e fechar as negociações que ficaram em aberto depois que um cheque seu, no valor de 39 milhões de cruzados novos (cerca de US$ 32 milhões à época) bateu sem fundo quando o banco que o financiava cortou o crédito.

A 7ª Câmara Cível chegou a julgar cinco itens do agravo, todos improcedentes, entre eles o de cerceamento de defesa na primeira instância e falta de fundamentação da sentença. No entanto, o julgamento foi suspenso quando o relator, desembargador André Andrade julgava um pedido da Bolsa de Valores do Rio de tornar o processo inepto porque a defesa de Nahas não apresentou prova consistente de que teria ações naquela época. O desembargador Ricardo Couto Castro pediu vistas do processo após o relator ter declarado ser favorável ao pedido. (Paola de Moura | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host