UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/11/2009 - 13h04

Adiamento do leilão de Belo Monte não afetará início da operação

BRASÍLIA - O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Nelson Hubner, disse hoje que o adiamento do leilão da usina paraense de Belo Monte para o início de 2010 não deve afetar o cronograma de início de operação da hidrelétrica, previsto para 2014. "Fazendo o leilão no começo de janeiro, teremos apenas pouco mais de um mês de diferença e ainda será possível gerar energia em 2014", disse Hubner.

O governo trabalhava com a data de 21 de dezembro de 2009 para o leilão de concessão de Belo Monte, em Altamira, no Pará, mas o Ibama não liberou a licença prévia ambiental necessária para o início do processo, esperada para o último dia 16.

Junto com o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, Hubner participou de solenidade de assinatura de contratos de concessão de 19 linhas de transmissão e de nove subestações, leiloadas em maio deste ano.

O diretor da Aneel comentou ainda que o governo só vai fixar nova data para o leilão de Belo Monte quando o Ibama finalmente liberar a licença, "para não ficar mudando", completou.

Lobão não comentou o assunto e tentou fugir da imprensa. Acabou falando rapidamente que o grupo de trabalho encarregado de analisar o apagão que deixou sem energia 18 estados na noite do último dia 10 deve aprofundar a análise das causas do blecaute.

O grupo de trabalho formado pela Aneel e pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) tem prazo até 15 de dezembro para entregar o relatório.

(Azelma Rodrigues | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host