UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/11/2009 - 14h10

Bovespa opera em baixa de 1,23% e dólar sobe 1,22%

SÃO PAULO - O mercado doméstico trabalha sob impacto negativo nesta quinta-feira. Na bolsa paulista, os investidores repercutem dados piores nos Estados Unidos, onde as bolsas também caem. No câmbio doméstico, além da influência da valorização do dólar ante outras moedas, a divisa avança ante o real também por conta do aumento da cautela após medida do governo. Ontem, o ministério da Fazenda anunciou cobrança de IOF de 1,5% sobre ADRs de empresas brasileiras negociadas em Nova York.

Há pouco, o principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) registrava queda de 1,23%, aos 65.700 pontos, com giro financeiro de R$ 2,510 bilhões. Na mínima até agora, o índice apontou 65.603 pontos.

No segmento cambial, o dólar comercial opera em alta desde a abertura e era negociado há pouco a R$ 1,736 para a compra e R$ 1,738 para a venda, com valorização de 1,22%, quase no patamar máximo do dia, de R$ 1,739.

Analistas do mercado acionário avaliam que a bolsa opera em modo de realização de lucros. Felipe Casotti, economista da área de renda varável da Máxima Asset Management, diz que as perdas se acentuaram após a abertura de Nova York, onde os índices registram baixa após indicadores econômicos piores do que o estimado.

Nem mesmo Petrobras PN, que apresentava ganhos pela manhã, conseguiu resistir e registrava baixa de 0,10%, a R$ 38,16. Vale PNA recuava 0,56% (R$ 42,03) e BM & FBovespa ON perdia 0,50% (R$ 11,84).

Rodrigo Nasssar, analista da Hencorp Commcor Corretora, diz que a nova medida do governo foi efetiva no segmento cambial, que sobe com fôlego. Muitos analistas ponderam, no entanto, que essa reação é pontual e deve se reverter no curto prazo. Além disso, boa parte do movimento de hoje é atribuído à recuperação global da moeda americana nesta jornada.

(Bianca Ribeiro | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host