UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

20/11/2009 - 11h04

Produção mundial de aço cresce 13,1% em outubro ante 2008

SÃO PAULO - A produção mundial de aço em outubro alcançou 112 milhões de toneladas, retratando alta de 13,1% sobre o mesmo mês em 2008, quando a economia global entrou em depressão por conta da crise financeira. Os dados acabam de ser revelados pela World Steel Association (WSA), entidade sediada em Bruxelas, Bélgica. Conforme a entidade, que reúne 66 países e representa 180 usinas, a utilização da capacidade instalada do setor foi de 76%. No auge da crise, em dezembro, caiu para 58,3%, ante o pico de quase 91% em junho do ano passado.

A China continua dando o tom da recuperação na indústria do aço: no mês passado, conforme a WSA, fabricou 51,7 milhões de toneladas, o que representou alta de 42,4% comparado a um ano atrás. No acumulado até outubro, as usinas chinesas atingiram 472,5 milhões de toneladas, 10,5% a mais na mesma comparação de um ano atrás.

O montante alcançado pela China representou 48% da produção mundial no período, que atingiu 982 milhões de toneladas. Houve recuo de 13,5% sobre igual intervalo do ano passado. A expectativa do setor é fechar 2009 com um total de 1,2 bilhão de toneladas, 10% abaixo de 2008.

No Japão e outros países da Ásia, o setor ainda está em processo de recuperação. As usinas japonesas fizeram 8,8 milhões de toneladas em outubro, com queda de 12,9%; as coreanas exibiram queda de apenas 0,7%, com oferta de 4,6 milhões de toneladas. Na Europa, a situação ainda se mantém complicada: a retração, comparada a um ano atrás, foi de 15,8% na Itália e de 11% na Alemanha. Já Rússia e Ucrânia, dois outros grandes produtores, tiveram ampliação de 24,2% e 42,9%, respectivamente.

Os Estados Unidos, país onde a produção de aço foi mais afetada pela crise, produziram 5,9 milhões de toneladas em outubro e mostraram queda de 12,4% sobre o mesmo mês em 2008.

No Brasil, conforme os dados do WSA, as usinas de aço fizeram 2,8 milhões de toneladas no mês passado, 3,5% a menos que em outubro de 2008. No ano, o país acumula produção de 21,25 milhões de toneladas, 28,5% inferior que em igual período do ano anterior.

(Ivo Ribeiro | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host