UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

23/11/2009 - 20h29

Dólar fraco impulsiona bolsas de Nova York

SÃO PAULO - Depois de três pregões em baixa, os principais indicadores acionários dos EUA terminaram o dia com alta expressiva. A debilidade do dólar e a valorização das commodities influenciaram os negócios. O índice Dow Jones fechou com alta de 1,29%, aos 10.450,95 pontos, melhor patamar desde outubro de 2008. O Nasdaq avançou 1,40%, aos 2.176,01 pontos, enquanto o S & P-500 subiu 1,36%, aos 1.106,24 pontos. O fator que dirigiu os mercados mundiais hoje foi o recuo do dólar perante outras moedas. A divisa americana caiu quase 1% frente ao euro depois de comentários do presidente da unidade regional do Federal Reserve de Chicago, Charles Evans, de que as taxas de juros no país devem ficar perto de zero até o fim de 2010 e talvez até mais adiante. A desvalorização do dólar estimulou investimentos em outros ativos, como ações e, principalmente, commodities com cotações referenciadas nessa moeda. O ouro atingiu preço recorde em Nova York e o petróleo também subiu. As ações da Chevron avançaram 2,6% e as da Exxon Mobil ganharam 1,8%. O mercado também reagiu à notícia de que as vendas de casas nos EUA avançaram 10,1% em outubro, para uma taxa anual ajustada sazonalmente de 6,10 milhões, acima do esperado. Foi um dado que deu aos investidores mais otimismo quanto à recuperação da economia americana. (Paula Cleto | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host