UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

23/11/2009 - 08h15

Lula quer Brasil como mediador no Oriente

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebe hoje o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, e deve defender o Brasil como intermediador do conflito no Oriente Médio. Ontem, ao comentar a visita do iraniano, Lula disse que terá uma conversa para tentar construir a paz na região. Para o presidente, os Estados Unidos não deveriam ter papel de destaque na mediação dos conflitos, e sim a Organização das Nações Unidas (ONU).

" Nós já sabemos quem quer a paz no Oriente Médio; o povo quer a paz, e alguns governantes querem a paz. O que nos precisamos detectar é quem não a quer " , afirmou. " Precisamos conversar com aqueles que querem construir a paz " . Para Lula, os Estados Unidos devem ter uma " ação mais positiva " sobre os conflitos na região. " Se conseguirmos fazer com que a paz no Oriente Médio não seja uma primazia dos Estados Unidos, ou de outro país, mas uma decisão das Nações Unidas, todos países trabalharão para construí-la. " Neste mês, Lula recebeu o presidente de Israel, Shimon Peres, no dia 11, e o presidente da Autoridade Nacional Paulista, Mahmoud Abbas, no dia 19. " Isso mostra a diversidade das relações internacionais do Brasil " , comentou. Lula propôs até mesmo um jogo de futebol entre Brasil e um time de israelenses e palestinos, entre 10 e 16 de março de 2010, quando visitará a região. " Posso jogar como centroavante em Israel ou meia armador " , brincou.

(Cristiane Agostine | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host