UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

23/11/2009 - 12h18

Polícia Legislativa reforça segurança para visita de Ahmadinejad

BRASÍLIA - O esquema rigoroso de segurança para a visita que o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, fará ao Senado hoje não fugiu à regra dos outros lugares por onde passará. A Polícia Legislativa suspendeu as visitações públicas durante todo o dia e solicitou aos gabinetes dos senadores que não façam o agendamentos de audiências para evitar a circulação de pessoas na Casa.

O diretor da Polícia Legislativa do Senado, Pedro Ricardo Carvalho, explicou à Agência Brasil que a classificação de "máximo risco" é universal e seguida pelos órgãos envolvidos na segurança pessoal não só de Ahmadinejad, mas também de outros presidentes e autoridades que requerem "atenção especial". O mesmo esquema foi montado, por exemplo, na visita do presidente de Israel, Shimon Peres, segundo o diretor.

Além da suspensão das visitas públicas ao Senado, a Polícia Legislativa adotou outras providências como aumentar a área de isolamento em torno do presidente e o número de agentes nas dependências da Casa. Também está proibido o estacionamento de qualquer veículo nas proximidades do caminho por onde Mahmoud Ahmadinejad passará.

Pela agenda pessoal, Ahmadinejad será recebido pelos presidentes do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), às 16 horas. Às 13h30, almoça com autoridades no Palácio Itamaraty e, às 15 horas, comparecerá ao 3º Encontro Empresarial Brasil-Irã. Na agenda de hoje, ainda estão previstas uma palestra no Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb), às 18 horas, coletiva de imprensa no hotel Alvorada, às 19h30, e uma entrevista à Empresa Brasil de Comunicação (EBC), às 21 horas.

(Agência Brasil)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host