UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

23/11/2009 - 11h00

Recolhimento de impostos pela Receita tem queda real de 6,83% no ano

BRASÍLIA - A arrecadação total de impostos e contribuições federais e de contribuições previdenciárias se situou em R$ 552,475 bilhões nos 10 primeiros meses de 2009, em termos nominais. Com a correção pelo IPCA, o montante correspondeu a R$ 559,570 bilhões, de acordo com os dados divulgados pela Super Receita.

O recolhimento total caiu 2,17% em termos nominais e verificou redução real (com correção pelo IPCA) de 6,83% em relação ao mesmo período de 2008 (R$ 600,620 bilhões, corrigidos).

Do início deste calendário até outubro, a receita administrada (sem contribuição previdenciária) somou R$ 379,335 bilhões, em termos nominais, e R$ 384,222 bilhões, considerando a correção pelo IPCA. Isso representa um decréscimo real de 9,67% em relação ao mesmo período de 2008 (R$ 425,331 bilhões, corrigidos).

As receitas previdenciárias, por sua vez, ficaram em R$ 155,633 bilhões em termos nominais, ou R$ 157,635 bilhões atualizados pelo IPCA.

As demais receitas (principalmente royalties da extração de petróleo) totalizaram R$ 17,713 bilhões a preços corrigidos, queda real de 28,85% no comparativo com o período de janeiro a outubro de 2008 (R$ 24,895 bilhões).

(Azelma Rodrigues | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host