UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/11/2009 - 19h00

Estimulado por ata do Fed, Ibovespa fecha em alta de 0,76%

SÃO PAULO - O mercado de ações brasileiro acompanhou o otimismo dos agentes a partir da melhora das previsões do Federal Reserve (Fed) para a economia norte-americana e conseguiu inverter a tendência negativa observada durante a maior parte do pregão. Puxado pela recuperação durante o intraday das blue chips ligadas a commodities e ao setor bancário, o Ibovespa fechou o dia em alta de 0,76%, na pontuação máxima do dia de 67.317 pontos.

Na mínima, o índice chegou a recuar para os 65.969 pontos (queda de 1,26%), na esteira da revisão, de 3,5% para 2,8%, do crescimento da economia dos Estados Unidos no terceiro trimestre. Embora a segunda leitura do PIB tenha ficado em linha com a maior parte das expectativas, pesou no humor do mercado a revisão de 3,4% para 2,9% na alta dos gastos dos consumidores, o que surpreendeu negativamente os agentes.

O mercado começou a virar a mão pouco antes de o Fed divulgar a minuta do comitê de mercado aberto (Fomc, na sigla em inglês), onde a previsão para a retração da economia norte-americana em 2009 foi revista de 1,25% para 0,25%. A autoridade monetária ainda elevou de 2,7% para cerca de 3% a projeção ao crescimento do PIB do país no ano que vem.

" Essa não deixa de ser uma boa notícia e certamente estimulou o mercado " , afirma Silvio Campos, economista do Banco Schahin. Apesar disso, ele aponta que a tendência de volatilidade até o final do ano permanece. " Não devemos ter grandes mudanças de patamares porque ninguém quer assumir grandes riscos daqui para frente " , diz Campos.

Entre as ações de maior peso na carteira teórica do Ibovespa, a preferencial da Petrobras fechou o pregão em alta de 0,77%, a R$ 39,15. Já a PNA da Vale subiu 0,54%, a R$ 43,10. Destaque também ao papel PNA da Usiminas, que teve valorização de 1,98%, a R$ 50,28. O setor bancário segue no foco de compras, com ganhos de 0,97%, a R$ 36,20, na preferencial do Bradesco e valorização de 0,52%, a R$ 38,09, no papel PN do Itaú Unibanco. A ação ON da BM & FBovespa também ajudou a sustentar o Ibovespa, com alta de 1,1%, a R$ 11,89.

(Eduardo Laguna | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host