UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/11/2009 - 19h42

Mercados nova-iorquinos fecham em leve queda após revisão do PIB

SÃO PAULO - Após a alta forte de ontem, as bolsas de Nova York fecharam a terça-feira em leve queda. A revisão para baixo do crescimento americano no trimestre pesou sobre os negócios, embora essa influência negativa tenha sido amenizada por novas previsões do Federal Reserve sobre a economia. O índice Dow Jones fechou com queda de 0,16%, aos 10.433,71 pontos. O Nasdaq declinou 0,31%, aos 2.169,18 pontos, enquanto o S & P 500 ficou praticamente estável, em 1.105,65 pontos. Hoje o governo americano anunciou que o Produto Interno Bruto (PIB) do país cresceu 2,8% no terceiro trimestre. A taxa é inferior à do primeiro cálculo do período, que dava conta de uma expansão de 3,5%.

Os investidores reagiram com cautela, preocupados com o ritmo da recuperação da economia. No entanto, à tarde, o Federal Reserve divulgou as minutas da mais recente reunião de seu comitê de política monetária. Nelas, a autoridade monetária diz que a economia dos Estados Unidos deverá crescer cerca de 3% em 2010, depois de se contrair 0,25% em 2009. A previsão anterior, feita em junho, indicava que a economia americana encolheria 1,25% em 2009 e avançaria 2,7% em 2010. Sinalizou que a taxa básica de juros ainda ficará próximo de zero " por um longo período " e o desemprego ainda ficará em patamares elevados. No entanto, o Fed também melhorou as previsões para essa taxa. O desemprego deve ficar entre 9,3% e 9,7% no quarto trimestre de 2010, abaixo da previsão anterior, que variava de 9,5% a 9,8%.

Tais notícias trouxeram ânimo ao pregão, especialmente a ligeira melhora nas perspectivas para o emprego. A falta de trabalho é considerada o principal entrave para a retomada da atividade econômica, uma vez que o consumo responde por mais de 60% do PIB americano. O impulso ajudou a contrabalançar a notícia negativa sobre a revisão do PIB, mas não foi suficiente para deixar os indicadores do mercado no azul. Foram destaque de queda ações do setor financeiro, como JP Morgan (-1,8%) e Bank of America (-1,2%), e de tecnologia. Os papéis da HP perderam 1,6% no pregão de hoje. Ontem, a companhia anunciou um aumento de 14% no lucro do trimestre, mas uma queda de 8% no faturamento total.

(Paula Cleto | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host