UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/11/2009 - 17h47

Dólar ensaia alta, mas fecha dia em queda de 0,52%

SÃO PAULO - Após ensaiar movimentos de alta em alguns momentos da sessão - alcançando a máxima de R$ 1,738 (alta de 0,17%) - , o dólar comercial assumiu a tendência descendente durante a tarde e fechou o dia em baixa de 0,52%, a R$ 1,724 para compra e a R$ 1,7260 para venda, perto da mínima do dia de R$ 1,724.

Determinou o resultado a menor aversão ao risco após a divulgação de indicadores positivos nos Estados Unidos, o que puxou para cima as cotações de ações e commodities. Há pouco, o dólar futuro, com vencimento em dezembro, também apontava tendência de baixa, com recuo de 0,54%, a R$ 1,722.

Segundo Rodrigo Nassar, chefe da mesa financeira da Hencorp Commcor, as expectativas sobre as declarações do ministro Guido Mantega durante a tarde geraram instabilidade no câmbio durante a sessão, dado que o mercado tem operado sob a iminência de novas medidas do governo para conter a apreciação do real. No entanto, como Mantega anunciou apenas medidas de flexibilização fiscal aos setores de móveis e de construção civil - sem implicações diretas sobre a taxa de câmbio -, os agentes passaram a assumir a tendência declinante para a moeda norte-americana.

" A tendência de baixa continua, mas o mercado continuará cauteloso com a possibilidade de novas medidas do governo sobre o câmbio " , diz Nassar.

Hoje, o Banco Central ainda interveio no câmbio, com a realização de leilão para compra de dólares com taxa de corte de R$ 1,7345. A operação teve início às 12h41 e foi encerrada às 12h51, segundo dados do Departamento de Operações de Reservas Internacionais (Depin).

(Eduardo Laguna | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host