UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/11/2009 - 08h25

Ibovespa inverteu tendência negativa e fechou em alta de 0,76% ontem

SÃO PAULO - Na esteira das melhores perspectivas do Federal Reserve (Fed) para o desempenho da economia americana, o mercado de ações inverteu ontem a tendência negativa observada durante a maior parte do pregão e fechou a terça-feira com valorização de 0,76%, com o Ibovespa marcando 67.317 pontos.

Por sua vez, o dólar comercial terminou o dia com apreciação de 0,41%, a R$ 1,7330 para compra e a R$ 1,7350 para venda, após oscilar entre a mínima de R$ 1,7230 (queda de 0,29%) e a máxima de R$ 1,7370 (alta de 0,52%). Com isso, a moeda interrompeu duas sessões seguidas de perdas em relação ao real. Ontem, os agentes repercutiram a revisão, de 3,5% para 2,8%, do crescimento da economia dos Estados Unidos no terceiro trimestre. Embora a segunda leitura tenha ficado praticamente em linha com a maior parte das expectativas, algumas releituras dos elementos que formam o PIB surpreenderam negativamente os agentes, como a revisão de 3,4% para 2,9% na alta dos gastos dos consumidores.

No entanto, o mercado começou a virar pouco antes de o Fed divulgar a minuta do comitê de mercado aberto (Fomc, na sigla em inglês), onde a previsão para a retração da economia dos EUA em 2009 foi revisada de 1,25% para 0,25%. A autoridade monetária ainda elevou de 2,7% para cerca de 3% a projeção ao crescimento do PIB do país no ano que vem.

Com a divulgação da ata, as vendas perderam força na etapa final dos negócios em Nova York, mas, mesmo assim, o índice Dow Jones fechou em queda de 0,16%, aos 10.433,71 pontos. Por sua vez, o Nasdaq cedeu 0,31%, aos 2.169,18 pontos, enquanto o S & P 500 ficou praticamente estável, em 1.105,65 pontos.

(Eduardo Laguna | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host