UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/11/2009 - 08h50

Antes de Copenhague, China anuncia meta para limitar emissão de gases

SÃO PAULO - A China apresentou sua primeira meta firme para diminuir a emissão de gases do efeito-estufa, à frente do encontro sobre mudanças climáticas em Copenhague. A intenção, segundo Pequim, será reduzir a "intensidade de carbono" em 40% a 45% em 2020, na comparação com os níveis de 2005. A intensidade de carbono é a quantidade de dióxido de carbono emitida por unidade do Produto Interno Bruto (PIB).

Em comunicado, o Conselho de Estado da China explicou que a iniciativa é uma "ação voluntária" que deve contribuir com o esforço global em lidar com as mudanças climáticas. "Esta é uma ação voluntária tomada pelo governo chinês com base nas condições nacionais", declarou.

O organismo acrescentou que a China deve enfrentar uma grande pressão e dificuldades em controlar a emissão de gases do efeito-estufa.

Ontem, o presidente americano Barack Obama avisou que irá participar da reunião de Copenhague no mês que vem. Na viagem, levará a proposta de redução de 17% na emissão dos EUA de gases até 2020.

(Juliana Cardoso | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host