UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/11/2009 - 17h51

Correção: EPE habilita 339 projetos para leilão de energia eólica

A EPE informou incorretamente o número de projetos habilitados de energia eólica. Foram 339 projetos (e não 399). A seguir, a íntegra corrigida: RIO - A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) habilitou tecnicamente 339 projetos de geração eólica para o leilão de energia de reserva que acontecerá em 14 de dezembro, destinado exclusivamente para contratação de energia gerada a partir deste tipo de matriz. A capacidade somada dos empreendimentos é de 10.005 megawatts.

A maior quantidade de projetos está no Ceará, com 108, e Rio Grande do Norte, com 105. Em termos de potência instalada, os projetos do Rio Grande do Norte têm 3.629 MW, enquanto os do Ceará têm 2.515 MW. O Rio Grande do Sul, com 67 empreendimentos, vem a seguir, com 2.238 MW.

Em nota, o presidente da EPE, Mauricio Tolmasquim, afirmou que o sucesso deste primeiro leilão pode propiciar o maior aproveitamento do alto potencial de geração eólica do país.

"A contratação de energia eólica, neste momento, reforça ainda mais a posição que o Brasil levará para a Conferência do Clima em Copenhague, de promover a manutenção do perfil altamente renovável da matriz energética brasileira", disse Tolmasquim no comunicado.

A modalidade de energia de reserva se caracteriza pela contratação de um volume de energia além do que seria necessário para atender à demanda do mercado total do país. O preço inicial do leilão será de R$ 189 por megawatt-hora. Os empreendimentos que ofertarem os maiores deságios sobre o preço inicial assinarão contratos compra e venda de energia de 20 anos de duração, válidos a partir de 1° de julho de 2012.

(Rafael Rosas | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host