UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/11/2009 - 15h16

Indústria deve se recuperar no segundo trimestre de 2010, diz Fiesp

SÃO PAULO - O nível de atividade da indústria paulista deverá retornar aos patamares anteriores à crise entre março e junho do ano que vem.

A projeção, divulgada hoje pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), aponta para um crescimento da atividade em 13% em 2010, ante este ano, mas considera que grande parte deste avanço será fruto das baixas bases de comparação com a retração sofrida pela indústria em 2009. "Cerca de 9,3% deste crescimento será o carregamento das quedas de 2009", afirmou Paulo Francini, diretor do Departamento de Pesquisas Econômicas da Fiesp. "Estamos num excelente ritmo de recuperação, mas esse ritmo pode ser desacelerado (daqui pra frente). Esse movimento vai se atenuar", analisou o especialista. A percepção do empresário paulista sobre as perspectivas para o ambiente de negócios, por outro lado, continuam sinalizando otimismo. O indicador antecedente da Fiesp, o Sensor, mostra que na segunda quinzena de novembro os empresários têm uma avaliação positiva para o mercado, as vendas, os estoques, o emprego e os investimentos. No quesito emprego, o Sensor apontou nível de 57,4, enquanto no quesito vendas, a pontuação ficou em 56,8. Pela manhã, a instituição divulgou o Indicador de Nível de Atividade (INA), que mede o desempenho da indústria de transformação paulista. O indicador subiu 4,5% no mês em outubro, na série sem ajuste sazonal, a melhor leitura desde julho deste ano (4,7%).

(Vanessa Dezem | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host