UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

27/11/2009 - 17h43

Bolsas do EUA reagem à Dubai World e fecham em baixa

SÃO PAULO - A sexta-feira " negra " nos Estados Unidos, dia das famosas liquidações de varejo após o feriado de Ação de Graças, ganhou um tom de vermelho nas bolsas de valores.

Como o mercado americano estava fechado ontem, os investidores locais reagiram apenas hoje às notícias de que a Dubai World, empresa de investimentos do governo de Dubai, vai adiar os pagamentos por seis meses, de dívidas estimadas em US$ 60 bilhões.

A manhã foi tensa em Wall Street. No pior momento, o índice Dow Jones chegou a cair mais de 230 pontos. Mas ao longo do dia as bolsas americanas atenuaram as perdas, ajudadas pelo mercado europeu, que hoje se recuperou do susto de ontem e fechou em alta. Vale lembrar que o horário de funcionamento das Bolsas foi reduzido em três horas nesta sexta-feira, por conta do feriado.

Dow Jones encerrou com perda de 1,48% a 10.309 pontos, na maior baixa desde 30 de outubro. No acumulado da semana, entretanto, a perda foi de apenas 0,08%, quebrando uma sequência de três semanas de altas. As ações do Bank of America recuaram 3% e lideraram as perdas do Dow no dia, refletindo a queda generalizada do setor financeiro, com o receio dos investidores sobre a exposição dos bancos americanos à Dubai World.

Alcoa perdeu 2,6%, acompanhando a queda nos preços das commodities metálicas. Os contratos futuros de petróleo também caíram, afetando diretamente as ações do setor, como Exxon Móbil (-2,1%). O Nasdaq recuou 1,73% para 2.138 pontos e o S & P 500 caiu 1,72% para 1.091 pontos.

(Téo Takar | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host