UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

27/11/2009 - 16h56

Contratos de juros futuros sobem na BM & F

SÃO PAULO - Os contratos de juros futuros negociados na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F) mantiveram a tendência de alta na sessão de hoje. Segundo analistas, como os receios sobre os riscos de um possível default em Dubai foram suavizados ao longo do dia, prevaleceu mais uma vez no mercado de juros a leitura dos indicadores que mostram aquecimento da atividade econômica no Brasil. Entre os contratos mais curtos, o Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro ficou estável em 8,645%, enquanto o DI para julho subiu 0,01 ponto, para 9,14%.

Na ponta longa da curva, o DI para janeiro de 2011 subiu 0,01 ponto, para 10,29%, com o maior giro da sessão (R$ 16,93 bilhões, equivalentes a 188.375 contratos). Já o contrato para janeiro de 2012 avançou 0,03 ponto percentual, a 11,76%, e o DI para o mesmo mês de 2013 teve elevação de 0,04 ponto, a 12,41%. Por sua vez, o contrato para janeiro de 2014 subiu 0,07 ponto percentual, para 12,65%.

Até as 16h15, antes do ajuste final de posições, foram negociados 391.055 contratos, equivalentes a R$ 34,423 bilhões (US$ 19,773 bilhões), 50,4% abaixo do movimento financeiro de ontem (R$ 69,424 bilhões).

Um gestor de ativos, que prefere não ser identificado, diz que a menor aversão ao risco abriu espaço para a abertura da curva. " O mercado está vendo que o problema de Dubai não é tão grave e que há poucos riscos de contágio " , diz ele, referindo-se à moratória da holding Dubai World.

Com isso, os agentes continuaram repercutindo os indicadores de aquecimento econômico no Brasil divulgados ao longo da semana, como a redução no nível de desemprego e a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) - de 0,44% em novembro - acima das expectativas. Também influenciam o comportamento dos juros as medidas de incentivo fiscal anunciadas pelo governo aos setores de construção civil, de automóveis e de móveis.

Nesse ambiente, a inflação de 0,1% do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) em novembro, abaixo das expectativas, ficou em segundo plano nesta sexta-feira.

Na semana, o DI para janeiro acumulou ganho de 0,01 ponto, enquanto o contrato para julho subiu 0,08 ponto percentual. Na ponta mais longa da curva, o DI para janeiro de 2011 teve alta de 0,11 ponto nos cinco dias. Também subiram no período o DI para janeiro de 2012 (alta de 0,13 ponto) e o contrato para o mesmo mês de 2013 (elevação de 0,08 ponto). Por sua vez, o DI para o primeiro mês de 2014 avançou 0,07 ponto nesta semana.

(Eduardo Laguna | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host