UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

27/11/2009 - 08h24

Deutsche Bank melhora projeção de crescimento do Brasil

GENEBRA - O Deutsche Bank, um dos maiores bancos do mundo, melhorou sua projeção de crescimento do Brasil no médio prazo. Em sua revisão, o banco projeta agora crescimento médio de 4,25% do PIB ao ano, apoiado por uma sólida expansão da demanda interna.

Avalia que a "melhora considerável" nos fundamentos econômicos permitiu ao país não apenas se recuperar rapidamente da crise financeira global, como também entrar na trajetória de crescimento econômico mais elevado até 2020.

Estima que o setor financeiro brasileiro deve prosperar ainda mais nos próximos anos, com baixa nas taxas de juros, sólido crescimento econômico, melhora na renda per capita. Perspectivas econômicas favoráveis, um mercado doméstico em expansão e abundância de commodities estratégicas fazem o Brasil continuar a ser atrativo como destino do fluxo de capitais.

Para o banco alemão, a eleição presidencial do ano que vem pode trazer uma ligeira mudança na política econômica, com o PT relaxando a política fiscal ou, em todo caso, evitando apertá-la mais. Mas acha que seja quem for o vencedor, vai preservar a estabilidade econômica.

No cenário mais otimista o banco estima que o Brasil pode crescer 5% ao ano até 2020. Mas isso só será possível se o país conseguir aumentar a poupança doméstica e fazer reformas estruturais significativas.

Para o Deutsche, a importância econômica e política do Brasil continuará a aumentar na próxima década. Em meio à emergência forte da China e da Índia, o Brasil em todo caso tem uma posição relativa que vai melhorar em relação a essas grandes economias. Sediar a Copa do Mundo de Futebol de 2014 e as Olimpíadas em 2016 ilustra "promessas e aspirações" do país.

(Assis Moreira | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host