UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

30/11/2009 - 08h31

Ibovespa apresentou avanço de 1,04% na sexta-feira

SÃO PAULO - Os investidores da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) corrigiram na última sexta-feira alguns " excessos " cometidos após a notícia de que a holding Dubai World pediu mais tempo para pagar sua dívida de US$ 60 bilhões. Com isso, o Ibovespa acompanhou a melhora na percepção de risco e encerrou o pregão marcando alta de 1,04%, aos 67.082 pontos. Na semana, o principal índice de ações da bolsa paulista acumulou ganhos de 1,14%.

Ao longo do dia, os agentes relativizaram os riscos ao sistema financeiro internacional com a possibilidade de " default " (calote) no emirado e minimizaram as comparações dos eventos de Dubai com os acontecimentos de setembro de 2008, quando houve uma intensificação da crise financeira.

No mercado de câmbio, o dólar teve uma abertura nervosa e chegou a subir 0,74%, na máxima do dia de R$ 1,763. No entanto, a divisa se firmou em trajetória descendente durante a tarde e encerrou em queda de 0,34%, cotado a R$ 1,742 para compra e a R$ 1,744 para venda. Na mínima da sexta-feira, a moeda americana alcançou R$ 1,732 (desvalorização de 1,03%).

Na reabertura das praças acionárias de Nova York, após o feriado de Ação de Graças, os agentes sintetizaram as notícias de Dubai com uma queda de 1,48% no Dow Jones, para 10.309 pontos - na maior baixa desde 30 de outubro. Por sua vez, o Nasdaq recuou 1,73%, para 2.138 pontos, e o S & P 500 caiu 1,72%, a 1.091 pontos.

Não obstante, o desempenho da bolsa paulista ficou mais próximo da correção nos mercados europeus. Em Londres, o FTSE 100 ganhou 0,99%, enquanto o CAC-40, de Paris, avançou 1,15%. Em Frankfurt, o DAX subiu 1,27%.

(Eduardo Laguna | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host