UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

30/11/2009 - 19h56

PDT entrega cargos do governo Arruda

BRASÍLIA - O PDT anunciou a entrega dos cargos que ocupava no governo do Distrito Federal, após denúncia de suposto esquema em que o governador José Roberto Arruda (DEM) pagaria propina a deputados distritais em troca de apoio político. O partido ocupava duas secretarias no governo, a de Educação Integral, com Marcelo Aguiar, e a do Trabalho, com Israel Batista, além da gerência de escolas técnicas, chefiada por Edilson Barbosa, e dois assessores especiais. " Reconhecemos o importante papel desempenhado por nossos quadros dentro do governo do Distrito Federal, realizado com competência e compromisso público, e que contou sempre com o apoio do governador e de seu governo. Mas o PDT não pode se furtar ao seu legado histórico de ética e compromisso com a população, diante disso, determinamos, em reunião da direção regional, a imediata retirada desses quadros do governo do Distrito Federal - nenhum deles envolvidos nas denúncias " , diz a nota divulgada pela legenda. O partido aproveitou a oportunidade para reforçar a pretensão de lançar candidato próprio ao governo do Distrito Federal nas eleições de 2010 - os possíveis candidatos são o senador Cristovam Buarque e o deputado distrital José Antônio Reguffe. De acordo com a assessoria do PDT, Reguffe irá pedir a abertura de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) na Câmara Legislativa para investigar o suposto esquema e abrir um processo contra os envolvidos no Conselho de Ética da casa. Mais cedo, o PPS também anunciou a sua saída do governo Arruda. (Agência Brasil)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host