UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

30/11/2009 - 18h27

PPS nega envolvimento e pede saída de Arruda

BRASÍLIA - Eximindo-se de qualquer envolvimento nas denúncias de corrupção, o PPS divulgou nota há pouco avisando que está deixando a base do governo de José Roberto Arruda (DEM). O partido também pede o afastamento do governador do cargo, enquanto durarem as investigações sobre suposto envolvimento em esquema de caixa dois, cujas imagens de distribuição de dinheiro a parlamentares e ao próprio governador continuam sendo divulgadas.

"O PPS entende que, enquanto as denúncias não forem completamente esclarecidas, o governador Arruda carece de condições necessárias para liderar o projeto a partir do qual foi eleito. O PPS defende, portanto, mudanças no comando do GDF", diz nota assinada pelo presidente regional do partido, Fernando Antunes.

Devem deixar o governo do Distrito Federal os secretários de Saúde, deputado federal Augusto Carvalho, e de Justiça, Alírio Neto, deputado distrital. Os filiados ao PPS com cargos no terceiro e quarto escalões também deixarão a administração de Arruda, segundo a nota.

(Azelma Rodrigues | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host