UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

30/11/2009 - 13h38

Wall Street acompanha Dubai e indicadores econômicos dos EUA

SÃO PAULO - As bolsas de valores dos EUA reverteram a tendência vista na abertura e passaram para o campo positivo nesta segunda-feira, depois da divulgação de indicador da atividade econômica.

O Chicago PMI (índice de gerente de compras) revelou que a atividade na região de Chicago teve expansão em novembro - o indicador marcou 56,1%, o maior crescimento desde agosto do ano passado, sendo que no mês anterior foi registrada leitura de 54,2%. Apesar do clima mais ameno, os investidores seguem cautelosos. Ainda persistem temores com relação aos efeitos que o calote de Dubai poderá ter nos mercados financeiros. Ontem, o banco central do Emirados Árabes Unidos estabeleceu uma linha de liquidez emergencial e disse que apoia bancos estrangeiros e domésticos após o caso do Dubai World, que, na semana passada, pediu aos credores mais tempo para pagar suas dívidas.

Hoje, os agentes receberam a notícia de que o Banco Nacional de Abu Dhabi (NBAD, na sigla em inglês) tem uma exposição de US$ 345 milhões nas afiliadas do Dubai World Group.

Outro elemento sob avaliação é o desempenho de vendas no último feriado nos Estados Unidos. Depois das comemorações pelo Dia de Ação de Graças, a sexta-feira, conhecida como Black Friday, é a corrida pelas megaliquidações. Os indícios são de que o consumidor médio gastou menos nas lojas.

O índice Dow Jones há pouco operava em queda de 0,08%, aos 10.336,34 pontos. O S & P 500 avançava 0,27%, aos 1.094,49 pontos. O Nasdaq tinha perda de 0,03%, aos 2.138,10 pontos. (Vanessa Dezem | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host