UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

21/12/2009 - 10h13

Ibovespa avança para 68.013 pontos; dólar recua a R$ 1,698

SÃO PAULO - A valorização das bolsas mundiais contagia o humor dos investidores que atuam no mercado acionário brasileiro, nos negócios desta terça-feira. A maior parte dos papéis do Ibovespa opera em alta, inclusive as chamadas "blue chips".

Pouco antes das 13h10, o Ibovespa subia 1,11%, aos 68.013 pontos, com giro financeiro de R$ 1,46 bilhão.

Em Wall Street, as bolsas também mantêm a trajetória positiva desde sua abertura. Há instantes, o índice Dow Jones tinha valorização de 0,28%, enquanto o S&P 500 subia 0,35% e o Nasdaq avançava 0,42%.

Em um pregão esvaziado de indicadores econômicos, o foco do mercado está na China, onde o vice-premiê, Wang Qishan, destacou a interação do país com a União Europeia e demonstrou interesse em reforçar mais a cooperação econômica mútua.

"A China não tem interesse que a região europeia sofra mais de forma relevante. A declaração foi uma tentativa de injeção de ânimo que traz um pouco mais de confiança para o investidor. Além disso, na Espanha, houve leilão de títulos e, embora a taxa tenha ficado um pouco acima da do último leilão, o resultado foi importante ao mercado. Mesmo com o cenário adverso, o país tem a capacidade de se financiar no curto prazo", observou o gestor de bolsa da Mercatto Investimentos, Bruno Lima.

No âmbito corporativo, entre os maiores giros do dia, as ações OGX Petróleo cediam, há pouco, 1,05%, a R$ 18,74, e movimentavam R$ 146,3 milhões; Petrobras PN subia 1,09%, a R$ 25,85, com volume de R$ 130 milhões; e Vale PNA se apreciava em 0,80%, a R$ 50,20, com total negociado de R$ 127,9 milhões.

As maiores altas do Ibovespa eram lideradas pelas ações MRV ON (4,10%, a R$ 14,98), Lojas Renner ON (3,85%, a R$ 56,29) e Marfrig ON (3,64%, a R$ 14,21).

Além da OGX, as principais quedas partiam das ações GOL PN (-0,91%, a R$ 24,97), Klabin PN (-1,05%, a R$ 5,65) e Cteep PN (-1,67%, a R$ 55,06).

No cenário cambial, o dólar opera em baixa desde o início dos negócios. Há pouco, a moeda americana recuava 0,58%, a R$ 1,696 na compra e R$ 1,698 na venda.

(Beatriz Cutait | Valor)
Hospedagem: UOL Host