UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

21/12/2009 - 12h59

Lula afasta hipótese de intervenção federal no governo do DF

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva descartou hoje a possibilidade de intervenção do governo federal no governo do Distrito Federal, em função das denúncias de corrupção na administração de José Roberto Arruda (sem partido). " Não é o caso de intervenção federal, porque este país tem normas " , disse Lula, numa alusão ao fato de que não há tradição no país desse tipo de intervenção.

Ele justificou o porquê do comentário que fez sobre as imagens de Arruda, deputados distritais e assessores recebendo supostas propinas. Na época, ele disse: " As imagens não falam por si só. " Hoje, em café da manhã com jornalistas, Lula se explicou: " Eu não posso agir como um cidadão comum. Eu como cidadão comum tenho a exata noção do que diria em um caso desses. Mas, como Presidente, sou uma figura institucional. Não sou Lula, sou uma figura institucional. " Sobre as consequências do escândalo de corrupção na sede do poder brasileiro, Lula afirmou: " O processo de investigação está me parecendo sério, até o momento. " Se comprovadas as denúncias, ele disse acreditar que deva haver punição.

" Acho que tem de ser julgado, punido, quem comete crime. Por isso mandei o projeto que torna inafiançável o crime de corrupção, para gerar constrangimento nas pessoas " , comentou Lula.

(Paulo Lyra | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host