UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

21/12/2009 - 19h57

Presidente da Walmart no Brasil lamenta resultado de reunião do clima

SÃO PAULO - "É uma pena. Perdemos mais uma grande oportunidade", afirmou hoje o presidente da multinacional americana Walmart no Brasil, Héctor Núñez, sobre o fracasso da conferência climática, realizada em Copenhague, na semana passada. O executivo, porém, não quis se pronunciar sobre a resistência do país de origem do Walmart, os Estados Unidos, em estabelecer metas maiores de redução de emissões de carbono. O Walmart é uma das maiores empresas americanas - o grupo faturou R$ 406 bilhões em 2008 - e elegeu a preservação do ambiente como a sua principal bandeira. A multinacional vem liderando um movimento global no varejo para a aplicação de medidas sustentáveis, algumas delas incômodas aos fornecedores. Entre as medidas impostas pela varejista está a redução no uso de embalagens ao longo da cadeia de abastecimento. A multinacional também está abrindo lojas "ecológicas", que demandam menos energia e usam materiais recicláveis. (Claudia Facchini | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host